segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Nutrientes que emagrecem


Provavelmente já deve ter ouvido falar que para emagrecer é importante incluir alimentos que possuam fibras e proteínas em sua composição. Isso porque as dietas ricas em fibras e proteínas promovem a sensação de saciedade ao organismo, contribuindo assim com o controle do apetite e uma ingestão menor de calorias.

Entretanto, engana-se quem acredita que esses são os únicos nutrientes que colaboram com a perda de peso. Como você irá conferir na lista a seguir, existem outros componentes que adquirimos por meio da nossa alimentação que também colaboram com a eliminação dos indesejáveis quilinhos em excesso:

1. Ferro

Carne, lentilha, grãos e vegetais de folhas verde escura são algumas das comidas ricas em ferro, um nutriente que quando está em falta no corpo faz com que você se sinta cansado, letárgico e tenha vertigens.

Como isso atrapalha a emagrecer? Bem, fica um tanto quanto difícil encarar um treino na academia ou fazer uma corrida ou caminhada para queimar umas boas calorias se sentindo dessa maneira, não é mesmo?

Portanto, para evitar que isso aconteça, não deixe de acrescentar os alimentos que fornecem esse mineral à sua alimentação e obtenha a taxa indicada de 18 mg da substância diariamente. Para as mulheres, é especialmente importante reforçar esse consumo durante o período de menstruação, já que certa quantidade de ferro presente no organismo pode ser perdida com o sangramento.

2. Vitamina C

Além de melhorar a absorção do ferro presente em frutas e vegetais, que em alguns casos pode ser mais difícil de ser retida pelo corpo, e evitar os problemas que a falta do mineral causa, como acabamos de ver no tópico anterior, a vitamina C tem ação antioxidante, o que melhora a atividade das células.

Desse modo, as células agem combatendo os radicais livres e mantendo o bom funcionamento do sistema imunológico. Além disso, com uma maior eficiência no trabalho das células, os músculos podem trabalhar com mais força durante a prática de exercícios físicos.

Para atingir a ingestão diária recomendada de 75 mg de vitamina C, invista em alimentos como laranja, couve, morango, limão, tomate, acerola, brócolis, espinafre, aspargo, repolho, rúcula e agrião na hora de montar as suas refeições.


3. Cálcio

Pesquisas recentes afirmam que atingir a taxa de consumo diário recomendado de cálcio – que é de 1 mil a 1,2 mil mg – pode ajudar a emagrecer ou manter o peso corporal. A explicação para esse efeito é que o nutriente contribui para que as células atinjam o seu potencial máximo.

Isso inclui benefícios como uma maior eficácia no trabalho muscular, aceleração do metabolismo – o que resulta em um processo de queima de gorduras mais rápido – e uma digestão e distribuição de nutrientes de modo mais eficiente.

Uma forma de incluir o cálcio na alimentação é acrescentar ao cardápio tofu, salmão, feijão branco, couve e produtos laticínios, em especial o iogurte, que com os seus probióticos mantém a digestão mais leve e evita o inchaço.

4. Gordura

Sim, você não está lendo errado. É possível ingerir gordura para eliminar gordura. Itens como azeite, abacate, nozes e peixes como o salmão são fontes de gorduras monoinsaturadas, que demandam um trabalho maior do organismo para serem digeridas. Isso significa que o corpo estará saciado por mais tempo e o apetite será controlado, algo que auxilia bastante a reduzir o consumo calórico e a perder peso.

Além disso, esse tipo de gordura ainda aumenta as taxas do colesterol ruim – também chamado de LDL – e aumenta os níveis do colesterol bom – conhecido pelo nome de HDL.

5. Vitamina B6

A vitamina B6 age transformando o alimento em energia e participa da produção do neurotransmissor serotonina e outros componentes responsáveis pelo controle do bom humor e pela sensação de bem-estar.

Para quem segue uma dieta que corta açúcar e carboidratos refinados, justamente as substâncias que trazem essa sensação, isso é bastante útil, tendo em vista que pode ajudar a manter o controle e resistir à tentação quando os desejos por doces e guloseimas ricas nesses compostos surgirem.

Lentilhas, nozes e aveias são alguns dos alimentos ricos em vitamina B6 que não podem deixar de marcar presença no seu armário.

6. Zinco

Um metabolismo funcionando de maneira veloz e eficiente é fundamental para ter uma queima de gorduras mais eficaz. E para quem deseja obter esse benefício, um nutriente que não pode faltar no organismo é o zinco.

Esse mineral encontrado nos tecidos do corpo ajuda a tireoide a produzir hormônios que regulam o metabolismo. E para estimulá-lo, a sugestão é ingerir no mínimo 8 mg de zinco por dia, que podem ser encontradas em sementes de abóbora, ostras cozidas, espinafre, caju, trigo, cacau, feijão e cogumelos brancos, por exemplo.

7. Magnésio

O magnésio contribui com a boa forma de duas maneiras. Primeiro, ele mantém o bom funcionamento da digestão, o que ajuda a prevenir o inchaço. Em segundo lugar, o nutriente habilita o crescimento muscular no corpo. Tendo em vista que quanto mais músculo você tiver, mais gorduras e calorias você queimará (um aumento de 0,5 kg de massa muscular faz com que você queime de 30 a 50 calorias a mais por dia).Esse é um benefício para lá de bom.

Para atingir a meta de ingerir de 320 a 450 mg de magnésio diariamente, você pode utilizar fontes como banana, vegetais de folha verde escura, espinafre e chocolate amargo.



Um exemplo que tem no mercado é a Exclusiva formulação da
Innovelle Lipo Formule, com ingredientes seletos que auxiliam seu corpo a realizar sua funções orgânicas de forma correta, podendo diminuir medidas. 
Contém Bitartarato de Colina, Picolinato de Cromo, Magnésio, Tiamina, Riboflavina e Zinco, Vitamina B6 e Vitamina C, todos numa quantidade ideal para o dia a dia.


Innovelle Lipo Formula:
Magnésio260mg100%
Cromo35mcg100%
Zinco7mg100%
Tiamina1,2mg100%
Riboflavina1,3mg100%
Vitamina B61,3mg100%
Vitamina C45mg100%
Ácido Fólico240mcg100%
Colina550mg100%

Pesquisar este blog