segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Perder barriga


Para iniciar essa conversa temos de entender o que tem na barriga e o que queremos perder ali.
Muitos tem uma capa de gordura na parte abaixo da pele e outros tem gordura na parte interna entre os órgãos, também temos a retenção de liquido que faz o abdomem ficar saltado e ainda gases, contando tudo isso ainda com a flacidez da musculatura que vem para fora não dando sustentação para os órgãos dentro dela.
Para você fazer um teste se você tem retenção de liquido ou gases, meça sua barriga de manha e a noite com uma fita métrica na mesma altura.

A retenção de liquido e gases são o que mais incomoda as mulheres, principalmente quando vão sair a noite. Nesse dia, procure evitar tudo o que de gases, como farinhas e laticínios. Tomem um chá anti gases como funcho e erva doce. Também vai muito bem uma drenagem linfática e chás diuréticos.

Quando se tem a musculatura frouxa, facilmente os órgãos tendem a ficar para fora, um teste é segurar a barriga para dentro para ver o quanto ela vem. se ela vier bastante para dentro, você precisa fazer abdominal para segurar melhor seus órgãos.

Agora se seu problema é aquela capa de gordura que você segura com os dedos no formato de uma pinça... o jeito é uma reeducação alimentar, acelerar o metabolismo e infelizmente terá de emagrecer parelho para perder também a barriga. 

O melhor método que eu sugiro é treino hiit ao acordar depois de um jejum intermitente.

Ah, não esqueça de usar a Cúrcuma ou Açafrão da terra para auxiliar na eliminação da inflamação da capa de gordura existente.




Alimentos que ajudam a perder barriga

Alimentos ricos em ômega 3: Alimentos ricos em Ômega 3 atuam indiretamente na perda de barriga. Sardinha, atum, salmão e arenque são os peixes mais ricos em ômega-3. "Esta gordura insaturada é responsável por diminuir as citocinas inflamatórias, presente em casos de excesso de peso e gordura abdominal localizada. Então podemos dizer que ômega 3 é responsável pelo efeito anti-inflamatório e isso auxiliaria a perder barriga", conta Karina Valentim. Além disso, alguns estudos sugerem que o ômega-3, quando consumido por pessoas acima do peso teria um efeito positivo na saciedade. Recomenda-se a ingestão destes tipos de peixes de 2 a 3 vezes na semana de preferência assados, cozidos ou grelhados em pouca gordura


Chá de hibisco: O chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese, processo em que as células amadurecem e se tornam capazes de acumular gordura. Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidantes dos flavonoides antocianina e quercetina contribuem para reduzir o depósito de gordura

Chá verde: O chá verde possui ação termogênica, ou seja, contribui para uma queima de calorias mais intensa. Isto ocorre porque ele é rico em cafeína. "Estudos comprovam a ação lipolítica do chá verde, uma vez que seu consumo associado a prática de atividade física aumentaria a oxidação de gorduras", diz Karina Valentim. A orientação é ingerir cerca de 3 xicaras de chá verde. "Porém, sua indicação e utilização deve ser avaliada, uma vez que indivíduos com problemas gástricos e sensíveis a cafeína, podem ter problemas".

Pimentas: As pimentas contém um composto chamado capsaicina. "Este ativo age na liberação de endorfinas, substâncias que promovem o bem-estar, além de liberarem catecolaminas, neurotransmissores responsáveis pela diminuição do apetite, podendo ser utilizada por quem quer perder gordura localizada e reduzir a fome intensa". Estudos mostram que administração de capsaicina estimula a atividade do sistema nervoso simpático, aumentando a mobilização de lipídios do tecido adiposo. E incluir 0,9g de pimenta vermelha nas principais refeições já apresenta benefícios para a saúde. O alimento pode pode ser consumido cru ou em pratos quentes

Canela: A canela possui ação termogênica quando introduzida na alimentação aumentando o gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico, além disso possui ação anti-inflamatória, importante para indivíduos que apresentam excesso de peso (inflamação crônica). A canela ainda possui boas quantidades de cromo, nutriente responsável pela melhora da sensibilidade à insulina e no controle da glicemia sanguínea. Pode ser usada em frutas (banana assada), vitaminas e também em preparações quentes, pois seus componentes não são destruídos pelo calor. Também ajuda na compulsão por doces (porção indicada: 1 a 2 colheres de chá ao dia)


Gengibre: Pesquisas mostram que o gengibre também está ligado ao aumento da termogênese. "O gingerol, composto principal, exerce funções antioxidantes, antifúngicas, anti-inflamatórias, inibe a agregação das plaquetas evitando o aparecimento de trombos". O consumo deste condimento é indicado também em processos de inflamação, como no caso da obesidade e gordura localizada. Contudo, é importante ter cautela no seu uso, altas concentrações de gengibre podem provocar efeitos indesejáveis como aumento do fluxo sanguíneo, aborto em gestantes, gastrites, úlceras e pirose. A quantidade indicada de gengibre são duas fatias pequenas por dia. Isto é o suficiente para se ter o efeito termogênico durante o dia. Pode ser consumido cru ou refogado, usando-o em saladas, molhos, refogados com legumes, batido com sucos e até os chás.



Exercícios para perder barriga

Para conseguir perder barriga a recomendação é praticar atividades aeróbicas, mesclando diferentes intensidades. "Exemplos bons são os treinos em circuito, caminhar e correr na mesma sessão de treino, nadar com intensidades diferentes e pedalar em terrenos diferentes com aclives e declives".

Para a melhor definição do abdômen, uma boa combinação é entre exercícios aeróbicos e abdominais. Os exercícios de musculação não devem ser deixados para trás."Todos os exercícios de musculação são ótimos. Os treinos em circuito na musculação ajudam muito".

Pesquisar este blog